Centro Histórico de Pirenópolis: cidade rica em história, cultura e natureza

Além de suas belezas naturais, o Centro Histórico de Pirenópolis é rico em cultura e respira história. No coração do cerrado brasileiro e a pouco mais de 250 quilômetros de Goiânia e a cerca de 150 de Brasília, Pirenópolis esbanja charme. 

Tombado como patrimônio histórico, o centro da cidade de Pirenópolis preserva os casarões do século XVIII, além de igrejas e museus. A cada rua de pedra é possível descobrir novas belezas a cada esquina do Centro Histórico de Pirenópolis.

Conheça a história de Pirenópolis 

A cidade teve sua origem como um pequeno arraial em 1727, quando um grupo de garimpeiros chegou à região com o objetivo de encontrar novas jazidas de ouro. O antigo povoado das Minas de Nossa Senhora do Rosário de Meia Ponte evoluiu para um acampamento de garimpeiros, e seu crescimento esteve intimamente ligado a essa atividade. Os principais trabalhadores eram escravos negros e índios que ainda residiam na região.

Na segunda metade do século XVIII, uma crise na exploração do ouro interrompeu o crescimento de Pirenópolis. No entanto, em 1800, a economia cresceu a partir da agricultura.

No ano de 1890, a cidade alterou seu nome em homenagem à Serra dos Pireneus,  que cerca completamente a cidade, para Pirenópolis.

A região é procurada por diversos turistas em busca de relaxamento, uma vez que está cercada por natureza e cultura. Pirenópolis é muito conhecida por suas cachoeiras e pelo seu centro histórico. 

Centro Histórico de Pirenópolis

Além das igrejas históricas de Pirenópolis, a cidade conta com construções e casarões antigos, que contam a história da cidade. Conheça alguns dos edifícios que constituem o Centro Histórico de Pirenópolis. 

Teatro Sebastião Pompeu de Pina

Conhecido simplesmente como Teatro de Pirenópolis, é um monumento histórico e arquitetônico da cidade. Construído no século XIX, faz parte do conjunto patrimonial de perímetro tombado.

Museu do Divino – Antiga Casa de Câmara e Cadeia

Embora não pertença ao período colonial, também é considerado um monumento histórico no acervo de Pirenópolis. Surpreendentemente, até 1999, o imponente sobrado ainda desempenhava suas funções originais como Casa de Câmara e Cadeia. No pavimento superior, funcionava a Câmara Legislativa Municipal, enquanto no inferior era o espaço da Cadeia Pública.

Cine-Pireneus

Um marco histórico erguido em 1919, o Cine-Pireneus é um dos primeiros cinemas de Goiás, notável por sua deslumbrante fachada art déco. Um edifício imponente originalmente construído como um teatro em estilo neoclássico, sendo posteriormente reformado em 1936 para se tornar um cinema. Durante essa renovação, o prédio adotou sua atual fachada, incorporando os elementos distintivos do estilo art déco.

Ponte sobre o Rio das Almas

Essa é uma réplica que foi erguida em 1946 com o mesmo estilo da estrutura original, que era totalmente construída em madeira, atrai visitantes devido à beleza do local.

Ruas e casarões coloniais

Um testemunho vivo da história de Goiás, mantendo intacta a arquitetura do período colonial.

Além das construções lindas do período colonial, Pirenópolis é muito conhecida por suas igrejas imponentes e festas religiosas que movimentam o turismo na cidade. Em nosso blog, destacamos algumas das principais igrejas que você pode conhecer durante sua visita à cidade.

Outra atração que a cidade oferece, é o Piri Park. Um complexo sem igual, que possui atrações adequadas para todas as idades, detalhe que torna o Piri Park ideal para famílias em busca de diversão conjunta. 

Com áreas de lazer, opções de restaurantes e muito mais, o parque promete um dia inteiro de entretenimento. Ao complementar sua visita a Pirenópolis, o PiriPark acrescenta uma dimensão de aventura e diversão à sua experiência na cidade, criando memórias inesquecíveis.

Relacionados